ETE e Biorreator HydroZ

A evolução das obras e dos projetos de expansão das redes de esgotos no Brasil caminha a passos lentos. De acordo com uma auditoria realizada pelo Tribunal de Contas da União, com esse ritmo a conclusão do projeto de ampliação no país só ficará pronta em 2060.

O TCU fiscalizou 491 contratos, 57,6% deles estão atrasados, paralisados ou nem foram iniciados. As obras de saneamento analisadas fazem parte do programa do governo “Serviços Urbanos de Água e Esgoto” e são avaliadas em 10,4 bilhões de reais.

Um levantamento realizado pelo Instituto Trata Brasil e pelo Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável com 200 países também revela que a situação do país ainda tem muito para melhorar. O Brasil ocupa a 112ª posição no quesito de desenvolvimento de saneamento básico.

Com os problemas de atrasos nas obras públicas, a alternativa mais rápida e eficiente para população é a utilização de sistemas pré-fabricados de tratamento sanitário, que permitem o tratamento do efluente no local onde é gerado.

Um dos exemplos de soluções disponíveis no mercado é o Biorreator da Hydro Z, que possui sistema Fossa Séptica e Filtro Anaeróbico conjugado. O equipamento realiza o tratamento de 1.2m³ de esgotos por dia.

A empresa também disponibiliza no mercado a Estação de Tratamento de Esgotos que realiza o tratamento de até 60 m³ de efluentes por dia. Além da unidade de tratamento, o equipamento conta com uma unidade de reúso que permite o polimento da água tratada, para que ela seja reutilizada em atividades que não demandam uso de água potável.

Confira mais informações sobre a o Biorreator em: hydroz.com.br/biorreator-fossa-septica-filtro-anaerobio.html

E mais detalhes sobre a Estação de Tratamento de Esgotos em: hydroz.com.br/estacao-tratamento-esgotos.html

E se tiver qualquer dúvida, contate a equipe Hydro Z.

Deixe seu comentário